Cuidados para Acne e Espinhas

Engana-se quem pensa que a acne e espinha são exclusividades da adolescência: seja pelo tipo da pele, problemas hormonais ou, até mesmo, pela falta de cuidados com a pele do rosto, as espinhas podem aparecer também na idade adulta e comprometer a superfície uniforme da cútis, deixando manchas e imperfeições. Pensando nisso, o site americano Refinery 29 conversou com especialistas e deu dicas importantes para evitar e atenuar as cicatrizes de acne na pele. Confira!

1 – TRATAR O PROBLEMA COM PRODUTOS ESPECÍFICOS E PROCURAR AJUDA DE DERMATOLOGISTAS

O passo mais importante para não sofrer com as cicatrizes no futuro é tratar toda a acne existente antes de qualquer outro procedimento. Para quem tem espinhas moderadas, a dica para começar a eliminá-las é elaborar uma rotina de cuidados com produtos específicos para o seu tipo de pele, sem deixar de incluir os que prometem ação anti-acne – como adstringentes e géis esfoliantes ou secativos, por exemplo. "A falta de cuidados pode trazer mais acnes e causar ainda mais cicatrizes", explicou o Dr. Tzu, um dos dermatologistas entrevistados.

Já para aquelas que estão em um grau mais avançado de inflamações, para realmente contar com um tratamento eficaz, a dica é procurar um dermatologista de confiança para que ele indique os produtos e os procedimentos químicos que poderão controlar o problema, como peelings e uso de ácidos. 

2 – TOMAR CUIDADO COM TRATAMENTOS CASEIROS

Muitas pessoas costumam recorrer à tratamentos caseiros quando as espinhas começam a incomodar. Esse procedimento não é de todo errado, no entanto, segundo os profissionais, é preciso ter cautela para não acabar fazendo mais mal do que bem para a sua cútis, gerando as tão temidas marcas de acne. "Devido à falta de conhecimento e experiência, eu vi muitos desses tratamentos resultarem em queimaduras químicas", alertou Dr. Lain, outro entrevistado do site. Por causa disso, recorrer a procedimentos confiáveis é a solução ideal para não acabar piorando a questão. 

3 – NÃO ESTOURAR AS ESPINHAS

Resistir à tentação de estourar as espinhas também é um dos cuidados indispensáveis. É claro que é difícil se olhar no espelho e ignorar a inflamação pronta para ser retirada com um toque dos próprios dedos, mas esse procedimento só tende a piorar a cicatrização da espinha e, ainda, facilitar o aparecimento das desagradáveis manchas. "É muito importante que as pessoas mantenham suas mãos fora de seus rostos e corram atrás de um tratamento para a acne ao invés de tentar estourá-las", esclareceu Dr. Lain. 

4 – NÃO ESQUECER DO PROTETOR SOLAR

Pular a etapa do protetor solar também é um erro grave durante o tratamento da acne. E engana-se quem pensa que o produto deve ser evitado pelas donas de pele oleosa, já que as versões livres de óleo deixam o aspecto sequinho e, em muitos casos, ainda ajudam a controlar a produção de sebo. 

Além de questões que todo mundo já conhece – como prevenir o câncer de pele e o envelhecimento precoce -, os dermatologistas também explicam que não abrir mão da proteção solar é um cuidado indispensável para quem deseja controlar as inflamações: "A exposição ao sol só tende a piorar as cicatrizes de acne", afirmou Dr. Lain.

5 – RECORRER À TRUQUES DE MAQUIAGEM PARA DISFARÇAR O PROBLEMA

Mas o que fazer enquanto as manchas e cicatrizes de acnes ainda ficam evidentes no rosto? Simples: contando com os bons e velhos truques de maquiagem – como a dupla corretivo e base ou, em casos mais simples, até mesmo umas poucas camadas de BB Cream. Além disso, fazer uso de géis secativos no dia a dia também é uma boa maneira de garantir um tratamento localizado de maneira rápida e ajudar a diminuir o inchaço da obstrução. 

Fonte: Beleza Extraordinária

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidadesCadastre-se para receber todas as nossas novidades

Cadastre-se para receber todas as nossas novidades

Fale conosco