Alterações na pirâmide alimentar

A pirâmide alimentar tem sofrido transformações ao longo das décadas, em função de grandes mudanças no estilo de vida, na qualidade dos alimentos disponíveis e nas descobertas científicas sobre novas doenças e deficiências associadas aos maus hábitos alimentares.

Sabe-se, por exemplo, que a obesidade é uma grande preocupação de saúde pública, no entanto, as consequências da alimentação desequilibrada são doenças que assumem a liderança do ranking de mortalidade no mundo todo, entre as quais, doenças cardiovasculares, diabetes e câncer.

Baseada nessa preocupação, uma nova pirâmide alimentar tem sido difundida. Conheça, assim, as recomendações dessa nova pirâmide, compilada em parceria com a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos:Metade do seu prato deve ser composto por vegetais, legumes e frutas, sendo que a batata não está incluída nesta categoria.
Escolha grãos integrais para compor 1/4 do seu prato. As versões de massas, arroz e pães integrais fazem uma enorme diferença por terem menor índice glicêmico, o que reduz a liberação de insulina. Além disso, são mais ricas em fibras.

 

Escolha proteínas de qualidade para compor 1/4 do prato, evitando carnes processadas e gordurosas.Ingira gorduras saudáveis, como azeite virgem de oliva, de canola, de milho, além do óleo das castanhas e amendoim.Após uma reeducação alimentar adequada, considere a suplementação de vitaminas, minerais e fibras. Tendo em vista a realidade da nossa comida, seja de origem vegetal ou animal, estudos no mundo todo têm apontado essa necessidade, uma vez que a qualidade nutricional dos alimentos está em consistente queda. Já os estudos nacionais mostram que a ingestão média de fibras do brasileiro não chega a 50% da recomendação diária, de 25 gramas ao dia.

Beba água, chás e até um cálice de vinho, mas evite bebidas adoçadas. A sede já é sinal de que sua hidratação não está adequada, não espere a sede chegar para se hidratar.
Faça atividades físicas! Isso mesmo, até na pirâmide alimentar, o movimento apareceu! Quem busca saúde e qualidade de vida, não pode deixar este item passar em branco. Sem gasto calórico vindo pela atividade física, o metabolismo se torna lento, a composição corporal se modifica rapidamente e o sedentarismo se torna o aliado número um da má alimentação. Bons hábitos atraem mais bons hábitos, lembre-se!

Muita gente deixa de seguir essas recomendações porque não planeja a compra dos alimentos corretos, por costume ou até por não lembrar dessas questões. Cole um pequeno lembrete na sua geladeira ou use algum recurso tecnológico para ajudar no processo de conscientização, mas não desista. Seja rigoroso com sua saúde ou a falta dela exigirá disciplina com remédios e tratamentos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as novidadesCadastre-se para receber todas as nossas novidades

Cadastre-se para receber todas as nossas novidades

Fale conosco